Um vestido pra lá de polemico.

Algumas meninas tem possuem a seguinte dúvida – madrinha de casamento pode usar vestido curto.

Anteriormente o casamento diurno era sinônimo de madrinhas de midi (até o joelho na verdade). Depois que os casamentos durante o dia se popularizaram no Brasil muitas noivas optaram por pedir que suas madrinhas usassem vestidos longos de tal forma que hoje é até mais comum madrinhas de longo que de vestido midi.

Então, caso a noiva não tenha dito claramente qual o comprimento do vestido pergunte pra ela. Se ela der alguma resposta do tipo “vista o que quiser” ainda assim eu tentaria conversar com as outras madrinhas para combinar o comprimento do vestido.

Isso faz com que situações do tipo todas as madrinhas de longo e só uma de curto (ou o contrário) não ocorra e evita qualquer tipo de constrangimento.

Se a noiva optar pelo curto, nunca, jamais, de forma alguma vá parecendo que está indo para uma balada. Decote e vestido mini não combina com madrinha. Use com vestido mais próximo ao joelho e tenha atenção ao decote e ao tecido do vestido que deve ser obrigatoriamente de um tecido nobre.

Escolha o modelo de vestido ideal

  • Evitar vestidos pretos ou perguntar para a noiva se ela aceita;
  • Evitar vestidos que chamem atenção demais;
  • Se a cerimônia for religiosa, vestidos com muitos decotes ou costas abertas podem não ser as melhores opções;
  • Evitar cores muito claras que se assemelhem à vestidos de noiva;
  • Casamentos durante o dia pedem tecidos mais leves e sem muitos brilhos;
  • Casamentos durante a noite permitem um pouco mais de brilho no look, mas nada exagerado;
  • Opte por modelos que possuem uma echarpe como opção, no caso de esfriar repentinamente;
  • Procure saber o modelo do vestido da noiva, algumas gostam de simplicidade. Assim você evitar usar um modelo muito parecido com apenas a cor diferente.

Esses itens são apenas dicas para começar a procurar o vestido de madrinha que mais te agrada. O ideal é ter uma conversa com a noiva e descobrir o que ela já imaginou, já que algumas são mais liberais e outras nem tanto. Assim, você evita constrangimento e situações embaraçosas num dia tão importante como o dia do casamento.

Os tecidos mais indicados

Para decidir sobre qual o melhor tecido para o vestido midi, é preciso ter em mente o local e o horário do casamento, já que isso interfere na escolha do modelo ideal.

Para casamentos diurnos, indicamos peças com tecidos mais elaborados, mas ainda assim lisos e com brilhos discretos.  Caso a noiva eleja modelo midi para suas madrinhas em um casamento  noturno, indicamos tecidos mais encorpados e os brilhos estão liberados.

Porem, os tecidos fluídos é a aposta certa para as cerimônias que vão acontecer de dia.

Vai de aluguel?

Na hora de comprar ou alugar o vestido de madrinha ainda existem muitas dúvidas como “será que vou usar depois?”; “e se eu alugar e depois quiser ficar com ele?”; “primeiro aluguel compensa?”, entre outras questões que devem ser avaliadas com cuidado.

Se você é uma pessoa muito próxima da noiva, talvez a compra do vestido sirva também para que, no futuro, vocês relembrem os momentos marcantes e quem sabe até uma nova sessão de fotos depois de alguns anos? Mas se você não for uma pessoa muito apegada a esse tipo de coisa, talvez fazer o primeiro aluguel do vestido compense mais.

Já a vendedora Marte Isadora afirma que se precipitou na decisão de mandar fazer o vestido e ficar com ele. Seis meses antes do casamento, que ocorreu em outubro de 2015, ela já estava com tudo pronto.

“Paguei R$ 450,00 para fazer o meu e só perto da data descobri que as outras madrinhas gastaram cerca de R$ 100,00 em seus respectivos vestidos”, conta. Ela explica que o modelo que escolheu é difícil de ser usado em outras ocasiões e, por isso, está pensando em deixa-lo curto para tentar usar. “Acredito que mandar fazer não compensa, porque como normalmente não é um modelo para o dia a dia, ele vai ficar parado no guarda-roupas”, explica.

Por isso é importante não ficar ansiosa nem se apavorar com a responsabilidade que uma madrinha tem. Converse com a noiva e com as outras madrinhas antes de tomar uma decisão, assim todas podem entrar em um consenso e, além de ficarem lindas nas fotos, não terão arrependimentos na escolha.

De acordo com Roberta Rodrigues, que é estilista, afirma que as duas opções citadas nos exemplos acima são as melhores a serem consideradas.

“A compra permite mudanças e solicitações no modelo que o aluguel não permite. Por conta da mudança de layout do vestido. Por isso, a sugestão é sempre comprar, ou se for alugar, pedir primeiro aluguel”.

Mas independente da escolha, ela indica evitar vestidos curtos e tecidos não tão nobres, como a malha e a viscose, pois são muito comuns e deixam a produção não tão especial.

 

Leave a comment

Assine nossa Newsletter

Projeto Noiva Fit© 2019. Todos os Direitos Reservados.