Não perca a esperança nunca

E mais uma vez viemos aqui falar sobre ela, a crise global gerada pelo covid-19 e o longo período de quarentena que temos pela frente.

Novamente vamos salientar a importância de ficar em casa neste momento. A curva de contágio só diminuirá se todos nós colaborarmos ficando em casa e cumprindo com as normas de higiene e cuidados propostos pela OMS, Organização Mundial de Saúde.

Então lave bem as mãos, 20 segundos no mínimo, e se for necessário sair de casa, use máscara e tente ao máximo manter a distância de 2 metros das pessoas ou evitar aglomerações.

Seguindo com a nossa programação de produção de conteúdo, com o intuito de manter a mente de nossas queridas leitoras ocupadas e bem criativas, a nossa também, produzir estes textos nos ajudam muito, acreditem.

Hoje nós vamos apresentar Lições de Amor que casais que trabalham na linha de frente contra o covid-19, podem nos ensinar durante este período de grande dificuldade para todos. Esta matéria foi inspirada e contém trechos traduzidos do site brides onde você pode encontrar a matéria original e muitas outras sobre noivados e casamentos.

A atual pandemia veio para nos alertarmos sobre nossos comportamentos perante ao próximo, sim, estamos falando de empatia, mas também vem com o conhecimento sobre companheirismo e como lidar com momentos de dificuldade. Nem tudo é mil maravilhas, sabemos, mas nada como enfrentar uma crise externa que afeta, não só o casal, mas como todos aqueles que nos cercam. Companheirismo é a receita do sucesso e assim chegamos a primeira das 10 lições:

1 – Só precisamos um do outro:

Vai manter o planejamento para este ano? Nada de grandes eventos!
O casal norte americano Rachel Hohman e Alan estevam com planos de se casarem em julho deste ano, porém o covid-19 explodiu em contágio e todos os planos de uma grande cerimônia ficaram para trás. Ambos estão na linha frente no combate ao novo vírus, ou seja, estão vendo de perto pessoas perdendo seus entes queridos e, principalmente, sabem dos riscos que correm ao saírem todos os dias de casa para ajudarem a salvar as vidas dos que precisam.

O casal entendeu que em tempos de incerteza devem se apegar apenas ao essencial, no caso, um ao outro. “Decidimos oficialmente que nos casaríamos em 27 de junho apenas com o essencial: nós dois, um padre e (espero) nossos pais e irmãos”, diz Hohman. “Nesse dia, finalmente seremos marido e mulher, e isso é o mais essencial para nós no momento. Entre as muitas incertezas deste tempo, recitaremos nossos votos uns pelos outros, por toda a vida. E para nós dois, não há realmente nada mais essencial. ”

 

2 – Distância pode ampliar seus sentimentos

Se tem algo que aprendemos durante a pandemia é: distância social é necessário. Mas quando se trata de amor, a distância pode ampliar seus sentimentos, gerando aquela sensação gostosa de ansiedade para estar de volta nos braços da pessoa amada.

Este é o caso de Lauren Romano e seu noivo Anthony. Ambos estão separados devido a quarentena. Seu noivo é bombeiro e por se tratar de um serviço essencial, o mesmo não foi dispensado de suas atividades para ficar em casa. Resultado: Saudade, carinho, preocupação e anseio pelo grande dia. “Não nos beijamos, nem abraçamos ou demos as mãos desde que a quarentena começou”, explica Romano. “Mas somos gratos por podermos ficar a um metro e meio de distância um do outro, porque há pessoas que não podem fazer isso. Então, precisamos apenas seguir o que temos”.

 

3 – Estamos nessa juntos!

Achou que era só você que tinha tudo planejado para esse ano? Errou feio!

O casal de médicos australianos, Max e Greta, se casariam em abril deste ano. Precisamos falar o que aconteceu? Pois é, covid-19. Aqui temos mais uma história de um casal que está na linha de frente no combate a pandemia.

Ambos trabalham no mesmo hospital e ao invés de trocarem alianças no altar, trocaram um beijo e fizeram uma postagem nos Instagram mostrando como está sendo o combate ao vírus. “A melhor maneira de as pessoas mostrarem seu apreço é permanecer bem e seguro nas próximas semanas. Cuidem um do outro e todos passaremos pelo # COVID19 juntos “, escreveram eles no Instagram.” Precisamos nos apoiar nesses momentos difíceis “.

 

4 – Paciência e positividade são vitais:

Sendo peças chaves no combate ao covid-19, Rawan Khanafer, entendeu que a saúde mental é fundamental para que o processo não seja tão danoso às emoções que podem ficar a flor da pele. Enquanto Rawan é farmacêutica, sua esposa é otorrinolaringologista fazendo residência em Nova York. “Nós duas tivemos que nos revezar na pessoa otimista e encorajadora do relacionamento. Descobrimos que éramos capazes de ser mais pacientes do que pensávamos originalmente”.

 

5 – Dificuldades podem ser uma benção disfarçada

Pandemia? Só mais uma adversidade na história do casal Kimberlly e Justin. Ambos médicos, atuando diariamente no combate ao covid-19, Kimberlly e seu noivo já passaram por poucas e boas em seu relacionamento. Seu noive cursou medicina no Caribe, uma região tropical muito conhecida pelas belas praias, mas também pelas grandes tempestades tropicais.

Ou seja, já passaram poucas e boas e sempre souberam tirar lições das dificuldades. “Ao longo de nosso relacionamento, nossos momentos mais sombrios sempre acabaram sendo bênçãos disfarçadas. As dificuldades e os tempos difíceis levaram a grandes oportunidades e momentos em que fomos capazes de nos apoiar e compartilhar juntos, e isso simplesmente tem que ser aquelas oportunidades de crescimento que nos tornarão melhores.”

 

6 – Confie no seu parceiro

Ver o seu parceiro saindo de casa todos os dias para trabalhando não é nada fácil. Entendemos, mas é muito mais importante que ambos entendam a necessidade de sair de casa e que a prevenção individual seja realizada com rigidez a fim de preservar a saúde. Confie no seu parceiro. Que tal menos cobrança e mais agradecimento quando ele ou ela chega em segurança em casa?

 

7 – Ficar em casa é um ato de amor

Atuar contra a pandemia é dever de todos, não apenas daquelas que trabalham na linha frente, como diz Peggy Ji, de Los Angeles, Califórnia. Ela e seu noivo, embora sejam trabalhadores da área da saúde, não estão diretamente na linha de frente contra o vírus, mas entendem a real necessidade da quarentena vivenciando dia-a-dia. A responsabilidade e compreensão é de todos. Profissionais de saúde fazendo a parte deles e nós em casa fazendo da nossa.

 

8 – Não há limites para o amor

Distância social não é nada comparada com os grandes desafios da vida a dois. Companheirismo, amizade e esperança fortalecem o amor e derrubam qualquer barreira. “Estou realmente mais animado para me casar com o amor da minha vida do que nunca”, diz Spiller. “Sempre fomos melhores amigos, mas agora também somos parceiros de vida. Nos vimos através de um estresse físico, mental, financeiro inimaginável, e eu não poderia estar mais apaixonado. O amor não conhece limites“.

 

9 – Há mais de uma maneira de dizer “Eu te amo”

Depois de longos 3 anos de relacionamento a distância, Libby Orth, acreditava que os “até logo” finalmente chegariam ao fim após juntarem as meias em maio do ano passado, mas nem tudo é como planejamos. Seu marido serve as forças armadas dos Estados Unidos e foi convocado para linha de frente no combate ao covi-19. “Aprendi a mostrar meu amor por ele de maneiras únicas. Não se trata de conversar o dia todo, todos os dias. Trata-se de aproveitar ao máximo o tempo [nós] conseguimos conversar e mostrar a ele que estive pensando nele todo dia em que não conseguimos conversar. ”

 

10 – Saboreie cada momento juntos (inserir a foto do site, senão não faz sentido)

Este casal são anestesistas foram designados para a equipe de vias aéreas COVID-19 de seu hospital. Vestindo seus equipamentos de proteção individual, este é o ponto mais próximo que esse casal pode chegar um ao outro no início do turno – e após o turno estar concluído, nenhum contato. Seu abraço foi capturado por Nicole Hubbard e rapidamente se tornou viral nas mídias sociais, ensinando-nos a manter nossos entes queridos próximos e a saborear cada momento que ficamos juntos.

Leave a comment